publicdomain

Compreenda esse ritual do Japão, por que fazer e quais os benefícios da faxina e arrumação no final do ano, relacionados à prosperidade do novo ano.

Já estamos em dezembro. Aqui no Japão temos uma atividade muito especial chamada oosouji (大掃除). Pode ser traduzida como grande faxina, faxina extensiva ou grande faxina e arrumação. Vou explicar como surgiu e os motivos desse ritual. Sim, para os japoneses é um ritual.

Você pode estar pensando “minha casa está sempre limpa!”. Sim, não duvido, mas leia este post até o fim que você vai compreender o ritual.

Faxina e a história do ritual

Conta a história que teve início na Era Asuka (538 a 710 d.C.), vinda da cultura chinesa. Os monges budistas teriam trazido esse conhecimento para o Japão. Eles faziam o ritual – e fazem até hoje – chamado susuharai (煤払い) nos templos. Removem toda a poeira do templo todo. Tem um significado muito especial: livrar-se dos infortúnios e contaminações para receber o novo ano.

susuharai

Mas, se fixou entre a população somente no Período Heian (794 a 1185). E desde o Período Edo (1603 a 1868) acreditava-se que que a prosperidade estava na cozinha limpa. Na época o piso era de terra batida e tinha fogão a lenha. Acreditava-se que se tivesse sujeiras no local onde se prepara a comida, a boa sorte do lar ia embora. Penso que tem a ver com os ensinamentos do Feng Shui.

O ritual da faxina faz parte da grande cerimônia para receber as bênçãos do novo ano.

Quando iniciar a grande faxina e arrumação

No calendário lunar, o que era usado antes do atual gregoriano, a data de início era em 13 de dezembro. A casa fica pronta para receber os adornos de Ano Novo no dia 28. São, por exemplo, kadomatsu (門松) e shimenawa (しめ縄), uma espécie de guirlanda de corda, entre outros.

kadomatsu

Aqui entra outra sabedoria japonesa para quem pensa “tô sem tempo”. O povo se planeja. Isso mesmo! Vamos ver como isso funciona.

Planejamento da grande faxina e arrumação

Que tal aproveitar esse ritual para descartar, reciclar ou doar tudo o que está parado, sem uso há mais de um ano? Não sabe por onde começar? Divida o planejamento por cômodos da sua casa. O quarto dos filhos, peça que eles façam a arrumação. O restante, você (e seu companheiro ou companheira) podem dividir as tarefas.

download

Aqui entra a sabedoria da autora Marie Kondo, do livro A Mágica da Arrumação .

Supondo que comece pelo seu quarto, retire tudo dos armários. Selecione somente o que você toca e sente alegria. Essa é a palavra-chave. O que não traz alegria, descarte dizendo “obrigada, você foi muito útil”. Crie caixas para descarte e doação. Facilita o trabalho. E faça tudo de uma vez.

Quando se tira tudo dos armários, fica mais fácil limpá-lo por dentro.

Recoloca-se tudo dando um “endereço” para as coisas e objetos, agrupados por cada função. Assim, você não terá coisas espalhadas pela casa.

Depois de feita a arrumação em todos os cômodos, planejada nas datas especificadas, separe mais 2 ou 3 dias para a faxina e limpeza. Aqui entram as atividades que não se costuma fazer no dia-a-dia como a limpeza das telas, paredes, teto, lustres, cortinas, etc. A dica é começar de cima para baixo, nos cômodos. Exemplo: teto, ar condicionado, luminárias ou lustres, cortinas, paredes, vidros, móveis, tapete e piso.

agenda

Crie uma agenda para as tarefas, facilita a visualização e a fixação das metas. Aqui lembro um detalhe importante: confira o calendário dos datas de coleta dos objetos grandes. O lixo deve ser classificado e descartado de forma correta.

Os locais onde tem água – banheiros e cozinha – devem estar brilhando todos os dias. É onde vive a prosperidade da casa. Esses locais devem estar limpíssimos todos os dias.

pixabay

A cozinha é onde se prepara o alimento, portanto, tem a ver com a prosperidade da saúde. Os banheiros são locais de higiene pessoal, onde habita a sorte do nosso destino.

Os quartos são local de recarregar nossas baterias. Portanto, devem ser arrumadíssimos. A sala e sala de jantar são onde se reúnem familiares e amigos, por isso, bem arrumadas trazem harmonia e alegria.

Benefícios do ritual japonês

Os orientais acreditam (e eu também) que coração e mente sofrem influências do ambiente. Imagine trabalhando em um local sujo. É desconfortável né! Agora imagine morando em um local cheio de bagunça. Isso afeta a mente. Os japoneses dizem que a nossa casa é reflexo da nossa mente. Portanto, casa arrumada, mente e coração limpos. 

A super famosa ferramenta de qualidade total – 5S – também nasceu no Japão, mais precisamente com os monges budistas. Por isso, introduzir esse conceito dentro de casa é super bacana! Se você ainda não a conhece, prometo que vou preparar um post sobre o assunto.

picserver

Gosto muito do que a autora Marie Kondo ensina. Se a gente mora numa casa onde só tem coisas que trazem alegria, a gente vai ter alegria todos os dias, todos os momentos. Isso é certo!

Extraímos aprendizados com esse ritual.

  • Desapego: descartar significa desapego, incluindo os sentimentos que acompanham as “coisas”
  • Se entra algo novo um sai: assim a gente se controla para comprar algo novo, deixa de ser tão consumista
  • Casa clean e arrumada não permite bagunça, pois cada grupo de coisas tem seu “endereço”
  • Casa arrumada, mente e coração em ordem
  • Se para os japoneses o significado é de receber os deuses no Ano Novo, para nós, bons fluídos

Com todos esses benefícios tenho certeza que você já se animou e irá querer fazer a arrumação e faxina com muita disposição. Se não quiserem te ajudar (filhos, marido/esposa, sogra, etc,), não fique triste. Arregace as mangas e faça! Vai ser bom pra você e todos da família! Afinal, todos desejamos bem-estar  😎 

Ótima arrumação e faxina, pois eu também vou fazer a minha! Se gostou, compartilhe!

Até o próximo post e muita energia pra você!  😉 

#tofelizdavida

Por que fazer faxina e arrumação no final do ano?
Classificado como:            

Comentários no Facebook

Pular para a barra de ferramentas