girassol_hooponopono

Logo depois do meu último surto de síndrome de pânico, há uns 5 anos, e em tratamento da doença, fazia pesquisas sobre a depressão e essa síndrome. Foi quando encontrei e estudei autodidaticamente a filosofia havaiana kahuna (que significa guardião do segredo) Ho’oponopono. E ela foi transformadora. 

É claro que tanto para quem tem depressão e síndrome do pânico, as primeiras coisas a fazerem é aceitar e acolher a doença. Sim, essas são doenças! E, obviamente, se tratar com psiquiatra e, em alguns casos, com um psicoterapeuta. No meu caso, encarei lucidamente junto com o psiquiatra e com algumas práticas que introduzi na vida, as quais vou contar pra você.

não tem desculpinha boba nem jogo de botar a culpa no outro pra se isentar de algo

Quando tomei conhecimento da premissa que você tem que assumir 100% de responsabilidade sobre a própria vida foi um susto! Ao mesmo tempo, achei isso incrível! Ou seja, se pessoas com energia de tristeza te cercam é porque você as atraiu. Se está num trabalho ruim e que não gosta, é porque assim o quis. Se está num relacionamento ruim é 100% responsabilidade sua. E sem mimimi. É simples assim: não tem desculpinha boba nem jogo de botar a culpa no outro pra se isentar de algo. Então, eu “criei” a doença? Como me livrar dessa “criação”, perguntei a mim mesma.

No idioma dos nativos havaianos ho significa causa e ponopono pefeição. Isso se traduz em “limpar”, “corrigir erros” ou “tornar certo”. Ao praticar o Ho’oponopono a gente vai limpando as memórias do passado para libertá-las. E isso se faz com simples sinto muito; me perdoe, por favor; eu te amo; sou grata. O Dr. Ihaleakalá Hew Len, um psiquiatra americano, descendente do povo havaiano, foi o grande divulgador dessa filosofia no mundo ocidental. Ele foi aprendiz da Kahuna Morrnah Simeona, simplificou e prega “a paz começa comigo”. Fez um trabalho excepcional numa penitenciária com presos de alto risco e libertou aquelas pessoas. Não vou entrar no mérito aqui, apenas vou explicar como isso foi transformador pra mim. Se você se interessar em se aprofundar, recomendo 2 leituras:

  • Limite Zero, do Joe Vitale
  • Ho’ponopono, gratuito, do Al McAllister, que pode ser baixado na página dele http://www.hooponopono.ws/

Ambos foram importantes pra mim, entretanto, o Al McAllister é um brasileiro que trocou correspondências com o Dr. Ihaleakalá Hew Len durante 3 anos, ele explica tudo de forma bem didática! Além disso, ele tem sido o maior divulgador brasileiro da filosofia Ho’oponopono em língua portuguesa. Seu trabalho merece aplausos e sou muito grata a ele.

livros_Hooponopono
livros que merecem ser lidos para aprender habilidades e transformar a vida

Divino Criador, sinto muito, me perdoe por favor, eu te amo, sou grata

Bem, retomando à prática, posso afirmar que isso não aconteceu num estalar de dedos. Esse processo levou alguns anos. À medida que praticava, me limpava e me curava. Em menos de 1 ano deixei o medicamento e, por enquanto, sem volta. Caso você que está lendo este post tenha algum transtorno de ordem mental ou psiquiátrica, não poderá ser leviano de abandonar o medicamento por conta própria e achar que vai se “curar” só iniciando esta prática. Eu tive alta do psiquiatra, entretanto, a minha vida é uma constante vigília das minhas atitudes mentais (mindset), do meu comportamento e dos meus pensamentos. Estou sempre me cuidando. 

Como praticar Ho’oponopono

A prática é simples e pode ser realizada em qualquer lugar, até mesmo caminhando. Eu entoo mentalmente “Divino Criador, sinto muito, me perdoe por favor, eu te amo, sou grata”. Antes da prática do reiki (sou reikiana) ou da meditação diária também verbalizo isso por alguns minutos. Essas palavras me ajudam a me centrar e me conectar com a consciência do Universo.

Também tomo água ensolarada da garrafa azul. Compro água mineral com pH acima de 8 e reenvaso em garrafas azuis e coloco-as para tomar sol durante 1 hora. Essa água ajuda a fazer limpeza. Uso constantemente um lápis que tem uma borracha numa das extremidades. E quando vem um pensamento ruim, entoo as palavras do Ho’oponopono e “apago” isso. Tenho passado por experiências que parecem mágicas com esse lápis com a borracha na ponta. “Apago” problemas do meu computador, cliente que me deve paga, e assim por diante. Ele me ajuda não só com o emocional e espiritual como com “coisas” físicas. No livro Limite Zero há depoimentos fantásticos como do vendedor de carros que vai passando a borracha no início do expediente.

Insights do Ho’oponopono

Como está escrito na página criada por AlMcAllister, o Ho’oponopono oferece os seguintes insights:

1. O universo físico é uma realização dos seus pensamentos.

2. Se seus pensamentos são cancerosos, eles criam uma realidade física cancerosa.

3. Se seus pensamentos são perfeitos, eles criam uma realidade física transbordando AMOR.

4. Você é 100% responsável por criar seu universo físico como ele é.

5. Você é 100% responsável por corrigir os pensamentos cancerosos que criam uma realidade doente.

6. Não existe lá fora. Tudo existe como pensamentos em sua mente.

Preceitos de Morrnah Simeona 

areia_coracao

O poder da gratidão e do perdão

Com o Ho’oponopono aprendi a distinguir o obrigado da gratidão. A primeira palavra vem do latim obligatus, o que significa ficar amarrada àquilo que foi beneficiada. Ou seja, fica devendo algo pra quem te fez um favor ou te deu alguma coisa. A segunda também vem do latim gratia ou um reconhecimento agradável, um sentimento de receber com carinho, um presente, uma dádiva. Viu a diferença entre elas?

E confesso: sempre ficava com aquele peso achando que devia um favor de volta a quem me presenteou, me beneficiou, me ajudou. E não é assim. Depois que passei a verbalizar “gratidão” ou “sou grata”, ao invés do tradicional “obrigada” o sentimento passou a ser agradável e leve, um momento de amor (não estou me referindo ao amor romântico e sim o do sentimento puro a outro ser). Passei a aceitar o que recebia. De fato, como diz a Bíblia, a “palavra tem poder”. Por isso, mais uma vez, reconheço que precisamos escolher as palavras.

Segundo o site Origem da Palavraperdão vem do latim perdonare, onde per significa “total, completo”, mais donare que é “dar, entregar, doar”. Veja só que lindo é o perdão: ação de doação total.

peso_malas

Assim, perdoar-se a si mesmo por tantos erros do passado e perdoar pessoas que de alguma forma causaram dor, mágoa ou ressentimento, vai tirando um peso de dentro do coração. Não é esquecer o passado próximo ou distante, e sim transformá-lo. A cada perdão é como se um pedaço de chumbo fosse lançado para o universo pra nunca mais voltar a pesar. É um alívio para a viagem da vida. É como se eu tivesse descarregando das costas as malas pesadas cheias de tranqueiras que fui acumulando ao longo da existência.

o perdão é um ato de amor

Então, a todo momento eu verbalizo as 4 frases curtíssimas do Ho’oponopono, lembrando-me de que sou 100% responsável pela minha vida, pelos meus atos e pelos meus pensamentos. Ninguém tem “culpa” por a minha vida estar assim ou assado. A “culpa” saiu e entrou a responsabilidade. Simples! Pelo meu minúsculo apê há pôsteres com a imagem do girassol e palavras do Ho’oponopono em quadrinhos pra me lembrarem. Isso tem feito diferença.

Em 2 a 3 anos fui me limpando (e ainda continuo o processo) e descarreguei as pesadas malas, me conectei com a Paz Começa Comigo. Confesso que ainda julgo, ainda condeno, ainda ofendo, ainda faço muitas coisas que não deveria. Entretanto, pude dar uma limpada nessas atitudes e pensamentos que estavam tão arraigados como as ervas daninhas em minha mente. Se me amo mais, se me respeito mais, se me conecto melhor com o divino, consequentemente me relaciono melhor com as pessoas ao meu redor. E essas pessoas também foram passando por um processo seletivo natural em minha vida. Essa foi uma mudança fantástica.

Independente de qual seja a sua orientação espiritual ou religião, recomendo o Ho’oponopono para uma vida mais leve, sem desculpinhas e sem colocar a culpa em outras pessoas. Tudo isso é libertador!

girassol_hooponopono_1

 

O poder da gratidão e dos 100% de responsabilidade sobre sua vida
Classificado como:                

Comentários no Facebook

Pular para a barra de ferramentas